segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Sanhaçu-cinzento

Imagem: Luis A. Florit - http://luis.impa.br/fotos


Thraupis sayaca

De canto longo
o Sanhaçu-cinzento
é conhecido.





Contra o vento
Livre e solto voando
Sanhaçu-cinzento.
Jair C. Lopes
Um ornamento
de minha goiabeira
Sanhaço-cinzento.
Cristiano Marcell

Sem argumento
Fico a olhar essa ave
Sanhaçu-cinzento.
Elisa T. Campos


Fruta furada.
Algazarra no quintal_
Sanhaçu-cinzento.
Toninhobira
 
Sanhaçu-cinzento
canta num céu anil
seu canto azul.
Luiz Alfredo
http://luiefmm.blogspot.com.br




Voa Sanhaçu!...
Junto ao sol da manhã
Também cinzento!



G. Hanoch


16 comentários:

JAIRCLOPES disse...

Contra o vento
Livre e solto voando
Sanhaçu-cinzento.

JAIRCLOPES disse...

Limerique

Ouço ao longe um canto lamento
Notas oblongas me traz o vento
Qual ave canta?
E assim encanta
Só pode ser o sanhaço-cinzento.

Cristiano Marcell disse...

Vejo muito dele aqui próximo à minha casa!

Cristiano Marcell disse...

Um ornamento
de minha goiabeira
sanhaço-cinzento

Concita disse...


Sanhaçu-cinzento
Visitou meu quintal
Coloriu o dia
Foi um festival.

Concita disse...


Sanhaçu-cinzento
Visitou meu quintal
Coloriu o dia
Foi um festival.

✿ chica disse...

Lindo tudo aqui!!!beijos,parabéns!chica

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

encantada com tantos talentos e com o Sanhaçu-cinzento!


beijo

Arnoldo Pimentel disse...

Simplesmente lindo.Parabéns.

Luiz Alfredo disse...

Letra do Hino Nacional de pássaros brasileiros

Hino Avenacional
I
Ouviram o uí pi as margens plácidas
de bandos de pardais em brado retumbante,
e o rouxinol em liberdade, cantos fúgidos
cantou no pau brasil nesse instante.
e o quero-quero e o bem-te-vi
conseguiram cantar com bicos fortes
no seu peito, o chico-preto,
defafiou o curió a própria morte!

Ó arara amada,
idolatrada,
salve salve!

trigueiro um canto intenso, sabiá vivido
beija-flor e a jaçana voou e a águia desce,
o teu famoso tico-tico, pula para lá e para cá,
a imagem do bandeirinha resplandece
bicudo pela própria natureza,
é belo, és forte, patativa, choró boi, teu canto espelha essa grandeza.

terra avoada
entre outras mil,
és tu canário da terra
Ó ave amada!
dos pássaros deste solo és passarim amarelim
aves levadas,
papagaios galitos Brasil!

II

deitado eternamante em ninhos esplêndidos,
ao som do pantanal gavião no céu profundo,
fulguras, ó tuiuiú, florão da américa,
garça-brancas a mil voando pelo mundo!
do que chauá e o carão,
teu anum, lindos príncipes tem mais cores;
"nossos bosques tem mais pássaros,"
"nossa jandaia" no teu seio "mais coleiros".

ó pátria da juriti
idolatrada,
utiariti !suiriri.

Brasil, de pássaros eternos seja símbolo
O corrupião que ostentas estrelado,
e diga o verde-louro dessa mata
paz na asa branca e glória no assum preto
mas, se ergues pica-pau do bico forte,
verás que um pintassilgo teu não foge à luta
nem um uirapuru, quem te adora, a cigarinha.

terra passarada,
entre outras mil,
és tu, martim-pescador
ó viúva amada
dos filhos deste solo és trigueiro gentil,
coruja amada,
grunil tié-fogo
sangue de boi
coleiro Brasil.


Luiz Alfredo - poeta

* se quiser melhorar...

Elisa T. Campos disse...

Sem argumento
Fico a olhar essa ave
Sanhaçu-cinzento


Maravilhos postagem como sempre.
Dias sempre iluminados de luz

Beijos.

Elisa Zambenedetti disse...

Luis, nem me atrevo a mexer.
Amei e vou publicar do jeito que está!
Beijos.

VILMA PIVA disse...

Elisa, querida, temos muitos por aqui.Sanhaçu-cinzento é lindo!

Parabéns!!

Toninhobira disse...

Fruta furada.
Algazarra no quintal_
Sanhaçu-cinzento.

Belo pássaro nesta festa da pagina.
Abraços amiga.
Bjo.

Luiz Alfredo disse...

sanhaçu-cinzento
canta num céu anil
seu canto azul

Luiz Alfredo - poeta

G. HANOCH disse...

Lindo!...


Voa sanhaçu!...
Junto ao sol da manhã
Também cinzento!


Bjs!